4,4 milhões de euros para modernização dos Falcon 50

17-12-2019

Aeronaves de "transporte especial" têm modernização prevista desde que em 2018 se "reviu" o contrato inicial de modernização da frota C-130.

Com a autorização em 2017 do início do processo de negociação para a aquisição, que se veio a concretizar, de cinco aeronaves KC-390 que vêm substituir os C-130 Hércules, optou-se por cancelar o projecto inicial que previa a modernização destes últimos. Nesse sentido, em 2018, foi decidido que os fundos, que chegavam aos 29 milhões de euros, seriam destinados a garantir a sustentação e modernização superficial dos Hércules, assim como a substituição dos aviónicos da frota de três Marcel-Dassault Falcon 50, operados pela Esquadra 504 - "Linces".

No passado dia 28 de Outubro, a empresa AEROMEC, do grupo português OMNI, anunciou ter sido escolhida para a realização dos trabalhos, orçamentados em 4,4 milhões de euros e centrados fundamentalmente nos equipamentos de navegação e comunicação dos Falcon, de forma a os actualizar e a garantir a sua conformidade com as normas europeias.

O cockpit será modernizado com equipamento da Universal Avionics da israelita Elbit Systems, com a substituição de grande parte dos aviónicos, incluindo quatro painéis avançados multi-funções LCD EFI-1040. Receberá ainda um sistema de gestão de voo UNS-1Fw para navegação por GPS e SBAS, compatível com os sistemas da Europa (EGNOS), EUA (WAAS) e Japão (MSAS), assim como um sistema de gestão de comunicações Unilink UL-801, unidade de comunicações por satélite Iridium, e outras modificações menores como gravador de voz.

O Falcon 50, concebido e produzido pela fábrica francesa Marcel-Dassault, é um tri-reactor que, pelas suas características e qualidades, oferece flexibilidade de emprego, segurança em todas as suas circunstâncias e excelentes performances em cruzeiro. A utilização de três motores na sua concepção permite-lhe efectuar trajectos com sobrevoo de zonas de ambiente hostil (oceanos ou desertos), podendo percorrer distâncias de cerca de 5500 km sem necessitar de escalas técnicas para reabastecimento.

"Antes e depois" da modernização do cockpit / AEROMEC
"Antes e depois" da modernização do cockpit / AEROMEC

Os Falcon não são necessariamente dos modelos de aviões mais obsoletos. De acordo com a Força Aérea, a nível de equipamentos e instrumentos, conta com alguns sistemas minimamente modernos, os aviónicos têm várias valências, nomeadamente a capacidade de agregar uma série de informações num só monitor, que lhe conferem a possibilidade de efectuar aproximações a pistas em condições mínimas de visibilidade. De forma a aumentar a segurança em voo, foram feitas recentemente algumas modernizações consideradas vitais no âmbito da aviação do século XXI. Assim, procedeu-se à instalação de diversos sistemas, tais como: TCAS (Traffic Collision Avoidance System), EGPWS (Enhanced Ground Proximity Warning System), CVR (Cockpit Voice Recorder), FDR (Flight Data Recorder) e Transponder com Modo S.

A missão de transporte especial exercida pelos "Linces", inclui não só as deslocações de Altas Figuras do Estado, tanto nacionais como estrangeiras, como também missões de recolhas de órgãos para transplante e ainda evacuações médicas de longa distância", sendo a recolha de órgãos a operação realizada mais frequentemente. 


Portugal Defense News ...and global

Últimos artigos 

 

O MPAP pode ser facilmente aerotransportado e lançado sobre a área de operações e, por ser de reduzida envergadura, torna-se ideal para a unidade a que se designa, podendo ser facilmente ocultado e representando por isso uma mais valia para uma missão que se possa querer discreta.

Saiba quais as missões e onde estão e estarão projectados os militares portugueses dos três ramos das Forças Armadas no ano de 2020.