45 milhões de euros para ciberdefesa das Forças Armadas

17-05-2019

Com LPM aprovada, existe um optimismo generalizado quer por parte do ministro da Defesa Nacional, quer por parte das chefias militares, e por parte do mercado. 

A nova Lei de Programação Militar (LPM) irá destinar mais de 45 milhões de euros para novos investimentos no sector da ciberdefesa das Forças Armadas, uma abordagem forte na transformação digital.

Portugal, como parte da NATO/OTAN, faz parte do grupo de países mais avançados em ciberdefesa.

Ainda no sector cibernético, pode-se se considerar ainda outros investimentos em software e hardware, nomeadamente com a modernização das Fragatas Classe Vasco da Gama (mais de 120 milhões de euros), fragatas Bartolomeu Dias (da LPM anterior), assim como o aprofundar do Soldado do Futuro, que visa a compra de novas armas, coletes, restantes protecções, capacetes, fardamento e diversos outros sensores e equipamentos tecnológicos individuais.

Portugal Defense News ...and global

Mais Recente 

"Operação Primavera de Paz", também denominada "Fonte de Paz", é mais um capítulo na guerra da Síria que assola o país desde 2011. A invasão turca tem o potencial de alterar, mais uma vez, o mapa político e étnico na região.