Exército a semanas de receber as primeiras URO VAMTAC

18-09-2019

As VAMTAC já se encontram rotineiramente em Portugal, cedidas para apresentações desde 2018 / Exército Português
As VAMTAC já se encontram rotineiramente em Portugal, cedidas para apresentações desde 2018 / Exército Português

O Exército Português está a semanas de receber as suas primeiras 10 viaturas VAMTAC da Urovesa.

O Exército Português está a escassas semanas de receber as primeiras dez viaturas URO VAMTAC (Viatura de Alta Mobilidade Táctica) da fabricante espanhola Urovesa, parte de um contrato que prevê a aquisição de 139 blindados por um valor, ao que tudo ainda indica, de 60,8 milhões de euros.

Inicialmente o exército contava receber todos os blindados até 2020, mas o facto de que só em Outubro, sabe-se agora, irão ser recebidas as primeiras dez, faz com que o prazo para a entrega da ultima viatura seja, presumivelmente, já bem no decorrer de 2020 ou depois.

Os URO contam com a modularidade estrutural necessária para as mais diversas funções
Os URO contam com a modularidade estrutural necessária para as mais diversas funções

Dos 138 blindados previstos, 107 destinam-se ao transporte de tropas (versões "standard"), 13 são viaturas sanitárias, 12 para operações especiais e 7 estão equipados como posto de comando. 

Foi em 2018 que surgiu o anúncio de que o Exército Português teria, por meio da Agência de Compras da NATO (NSPA), optado pelo URO VAMTAC (Viatura de Alta Mobilidade Táctica) como a próxima "Viatura Táctica Ligeira Blindada" (VTLB). 

As URO, que irão reforçar as capacidades de mobilidade e transporte táctico blindado do exército, fazem parte de uma concorrência encetada em 2016. A doutrina a ser aplicada neste novo meio do exército prevê o seu uso como complemento aos Pandur II de oito rodas, inseridas nas unidades das Brigadas de Reacção Rápida e de intervenção. Os URO vêm colmatar uma lacuna já identificada desde os anos 2000. 

Sistema de Obscurecimento

Dos 138 VAMTAC´s, 126 incluirão o sistema ROSY_L "Rapid Obscuring System" (Sistema de obscurecimento rápido), da Rheinmetall. 

O Rosy protege veículos de ataques de fogo guiado e não guiado, por meio do uso de cortinas dinâmicas de fumos, capazes de inviabilizar a capacidade de engajamento de mísseis guiados, assim como de ocultar a viatura alvo do campo de visão do inimigo. Efectivamente, o Rosy L consegue contrariar todas as armas anti-carro disponíveis, sejam elas guiadas por TV, EO, IR, IIR, laser ou SACLOS.

Compreende um sistema básico com um dispositivo de controle. Pode ser rapidamente montado, removido ou armazenado no veículo sem o uso de ferramentas específicas.

_________________

URO VAMTAC - Especificações (variável conforme versão, informação poderá ser imprecisa)

  • Comprimento: 4,845 metros/5,55 metros
  • Largura: 2.175 metros
  • Altura: 1,9 metros
  • Tripulação: 1 + 3 (conforme versão)
  • Passageiros: 4 + condutor (=5)
  • Motor: turbo diesel Steyr de 188 cavalos (138 kW)
  • Capacidade de carga: 1500 a 2000 kg
  • Transmissão: 5 velocidades automáticas
  • Capacidade de combustível: 110 litros
  • Alcance Operacional: > 600 quilómetros
  • Velocidade: 135 quilómetros por hora.
  • Suspensão: Independente de 4 rodas (triângulos duplos com molas em helicoidal/espiral)

_________________

URO VAMTAC

O URO VAMTAC foi desenvolvido pela UROVESA para satisfazer necessidades do Exército Espanhol, o ramo militar acabou por comprar mais de 2000 VAMTAC´s, tendo recebido o primeiro por volta de 1998.

O inicio do desenvolvimento começou em 1995 quando uma competição foi lançada pelo exército espanhol para um veículo táctico de última geração, multifunção, aéreo-transportável, "off-road", com boa mobilidade e capacidade de carga.

imagem via Urovesa
imagem via Urovesa

Como um dos concorrentes era o americano Humvee, a empresa espanhola decidiu que teria de fazer algo que fosse melhor e excedesse o desenho americano.

Isto levou a que ambos partilhem alguma da estética inicial pois ambos estão desenhados para cumprir as mesmas funções, sendo o desenho espanhol considerado mais eficiente, económico e modular.

O VAMTAC é uma plataforma multifunções pensada e desenhada especialmente para uso militar em todo o tipo de terrenos e condições. É hoje uma referência como veículo táctico, com mais de 5500 unidades nas suas diferentes configurações e aplicações ao serviço por todo o mundo. 

Os VAMTAC servem Espanha desde 98
Os VAMTAC servem Espanha desde 98

Existem maioritariamente duas versões, a I3 (inicial) e S3, a portuguesa é a ST5.

VTMB e VTM

Está a decorrer um outro projecto para a compra de um novo modelo de VTMB (Viatura Táctica Média Blindada) e VTM (Viatura Táctica Média-não blindada) de quatro rodas. O projecto tem alocados 133,3 milhões de euros, deverá ser concluído até 2023 e terá forte ênfase na capacidade de comando e controlo do exército.

O Exército tem recebido convites de representantes americanos para conhecer o L-ATV (Light All-Terrain Vehicle) da fabricante Oshkosh. A empresa desenvolveu esta viatura para substituir os Humvee.

Humvee (esquerda) e L-ATV (direita)
Humvee (esquerda) e L-ATV (direita)

São produzidos desde 2011 e, em Janeiro, estavam já ao serviço da primeira unidade operacional norte-americana.

Em Maio, o Diário de Notícias noticiava que fontes militares, ouvidas por este jornal, teriam reconhecido que o convite norte-americano (repetido durante meses por canais diplomáticos) ia de encontro às necessidades do Exército, que pretende equipar-se com pelo menos, duas dezenas de viaturas blindadas, que se situem entre as URO VAMTAC agora contratadas e as Pandur II de oito rodas.


Aconselhamos o acesso ao Operacional, especializado em assuntos de defesa e segurança, que publicou hoje uma matéria referente ao tema aqui abordado. 

Portugal Defense News ...and global

Os URO VAMTAC ST5 vêm colmatar uma lacuna já identificada desde os anos 2000. 

Foi já em 2018 que foi anunciado pela primeira vez, que o Exército Português teria, por meio da Agência de Compras da NATO, optado pelo URO VAMTAC (Viatura de Alta Mobilidade Táctica) como a próxima "Viatura Táctica Ligeira Blindada" (VTLB).

O concurso que visava reforçar as capacidades de mobilidade e transporte táctico blindado do exércit (...)

Últimos artigos 

"Operação Primavera de Paz", também denominada "Fonte de Paz", é mais um capítulo na guerra da Síria que assola o país desde 2011. A invasão turca tem o potencial de alterar, mais uma vez, o mapa político e étnico na região.