Força Aérea recebeu "novo" F-16

14-03-2020

F-16AM da FAP. Meramente ilustrativa / foto por "FrankSwinkels" (via Esquadra 201)
F-16AM da FAP. Meramente ilustrativa / foto por "FrankSwinkels" (via Esquadra 201)

OGMA entregou mais um F-16 à Força Aérea, o segundo de três aviões a modernizar pela empresa.

Na passada quinta-feira, foi oficialmente entregue à Força Aérea Portuguesa (FAP), o segundo de três caças F-16, a serem modernizados pelas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico (OGMA).

No passado dia 9 de Maio, a empresa entregava o primeiro destes aviões, depois de ter procedido com os trabalhos de modernização e reparação estrutural. As aeronaves estavam armazenas desde 1999, altura em que foram recebidas como parte do "Peace Atlantis II", destinadas, na altura, apenas ao fornecimento de peças para a restante frota.

F-16AM / foto: OGMA
F-16AM / foto: OGMA

A modernização da frota F-16, durante muito tempo, esteve a cargo da própria FAP, mas na medida em que o processo foi eventualmente concluído, o ramo tratou de auxiliar as OGMA na obtenção do conhecimento necessário para a realização desses trabalhos. O objectivo, presume-se, é ter uma empresa habilitada a realizar trabalhos de manutenção e modernização neste modelo de aeronave, com especial foco no mercado externo, nomeadamente na frota Romena, que foi edificada com caças vendidos e modernizados por Portugal.

Actualmente, a totalidade dos F-16 encontram-se modernizados para um padrão respeitável, que os mantêm como aparelhos altamente capazes, aptos a integrar operações de alto nível. Os caças portugueses também recebem actualizações de software regulares, com vista à manutenção das suas capacidades, posicionando estes aviões num nível comparável e compatível com os que servem em forças aéreas aliadas.

F-16AM da FAP / foto: »»
F-16AM da FAP / foto: »»

No processo de equiparar a aeronave à restante frota, a OGMA, com o auxílio da própria instituição militar, procedeu à substituição do sistema eléctrico assim como à recuperação e melhoria estrutural do avião, de forma a aumentar em mais 3000 horas a vida útil do aparelho, o chamado "Falcon Up" e "Falcon Star", somando-se às 5000 iniciais.

Este lote de 3 aeronaves irá ainda receber novos sensores, "diplays", implementação de link 16, gravador de voz digital, software e radar ao nível do AN-APG68 (V)9, compatibilidade com capacete "display" JHMCS, novos rádios AN/ARC-238, protecção electrónica, sistemas de alerta ALQ-211 AIDEW e contra-medidas electrónica AN/ALQ-184, assim como compatibilidade com armamento moderno, equiparado aos restantes aviões da força.

Parelha de F-16 da FAP no Aeroporto de Lisboa / foto: FAP
Parelha de F-16 da FAP no Aeroporto de Lisboa / foto: FAP

Já contabilizando a venda dos dois lotes de F-16 vendidos por Portugal à Roménia, com algumas destas células a terem proveniência na frota do ramo aéreo português, assim como contando já com o lote de 3 caças que entretanto se optou por modernizar, a FAP passará a contar com 28 caças F-16 "Fighting Falcon" AM/BM (MLU M5.2 e M6.1), equiparados, por exemplo, ao Block 50/52, que é mais recente e capaz que o padrão original das aeronaves portuguesas.

A OGMA, para além de trabalhar nos caças portugueses, também está contratada pelos holandeses, tendo a empresa recentemente anunciado a entrega de um F-16 à Real Força Aérea da Holanda, depois de concluídos "trabalhos de pintura e tratamento de corrosão".


artigo sujeito a edição...

Portugal Defense News ...and Global

Assinado contrato para a venda de mais 5 caças F-16 à Roménia, no valor de 130 milhões de euros. Aparelhos vão se juntar aos 12 que já tinham sido vendidos para aquele país.

No passado dia 27 de Janeiro, na Base Aérea n.º5, em Monte Real, a Força Aérea Portuguesa (FAP) recebeu a visita do Ministro da Defesa da Roménia, General Nicolae-lonel Ciucã, para a assinatura de um contrato de alienação de cinco aeronaves F-16 para aquele país, no valor de 130 milhões de euros. Na cerimónia estiveram presentes o Ministro da Defesa Nacional, Prof. Doutor João Gomes Cravinho, assim como o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Joaquim Borrego.

Aeronave estava armazenada desde 1999 procedente do lote Peace Atlantis II, é o primeiro de 3 "novos" aviões a serem entregues à Força Aérea Portuguesa.

Foi entregue à Força Aérea Portuguesa (FAP) no passado dia 9 de Maio, o primeiro de três F16´s a serem modernizados pela OGMA (Oficinas Gerais de Material Aeronáutico).

O avião com o "tail number" 15142 esteve parado durante 24 anos e armazenado desde 99 quando foi recebido dos EUA (onde tinha deixado de voar em 94) como parte integrante do Peace Atlantis II.

No processo de equiparar a aeronave à restante frota, a OGMA, com o auxílio da própria instituição militar, procedeu à substituição do s (...)

Últimos artigos